Man of Steel

advanced material

 

A obra do escultor inglês Steve Mehdi, dedicada a celebrar a cultura industrial dos metais que caracteriza a região do South Yorkshire, é uma proposta criativa original no panorama da arte contemporânea. O modelo da escultura, realizado em resinas poliuretânicas, surge com a colaboração da Advanced Manufacturing Research Centre da Universidade de Sheffield, que utiliza centros de usinagem da CMS. 

Arte, ciência, tecnologia e cultura: há exatamente tudo no projeto do escultor Steve Mehdi para assinalar o forte vínculo entre o South Yorkshir e a civilização industrial dos metais: extrativa e de transformação. Mehdi está realizando uma obra que, quando terminar, será alta mais de 30 metros e será colocada em Sheffield nas proximidades de um dos principais cruzamentos da autoestrada inglesa M1, pouco distante do campus da Universidade que abriga também o prestigioso centro de pesquisa AMRC Boeing, dedicado ao estudo dos materiais inovadores. No projeto, o artista e a Universidade colaboram de forma concreta: o AMRC ajudou Mehdi a realizar o protótipo da escultura, fornecendo a possibilidade de agir em materiais compósitos (resinas poliuretânicas) com as máquina de 5 eixos da CMS. A obra é uma homenagem à longa história do South Yorkshire no setor da mineração do carvão e da usinagem do aço, mas também oferece um ponto de partida para a reflexão do que essa região de intensa vocação industrial será futuramente. Segundo o artista, a obra expressa uma figura arquetípica e atemporal, com evidentes conteúdos simbólicos.

Uma vez terminada, a obra será composta por uma figura de 20 metros de altura em aço inoxidável, sentada sobre um paralelepípedo preto de 18 metros de altura, evocando a tonalidade do carvão. O projeto recebeu um apoio valioso dos empreendedores locais, bem como da universidade. “Esse projeto - declarou o artista - honra o passado e abraça o futuro, unindo o legado das antigas indústrias e reafirmando a importância das novas tecnologias, graças à atividade de pesquisa aplicada realizada pelo AMRC.  O homem de aço não existiria sem essa colaboração”. O modelo, esculpido no AMRC utilizando centros de usinagem CMS, tem 2 metros de altura e é composto por mesas de resina poliuretânica, um material geralmente utilizado para a criação de protótipos e modelos de estruturas nos setores automobilístico e aeroespacial. Os pesquisadores do departamento de “ Modelagem Geométrica” da Sheffield Hallam University utilizaram uma tecnologia de varredura a laser para obter um protótipo tridimensional, com cinco milhões de pontos dados, transferidos para a máquina da CMS que serviu para cortar a borda do modelo de forma perfeita. 

Após revestí-lo com aço e montá-lo em uma coluna, o modelo foi oficialmente mostrado às autoridades, à imprensa e à opinião pública em abril durante o Global Manufacturing Festival, que comemorava o centenário da descoberta do aço inoxidável que ocorreu realmente em Sheffield. O protótipo do homem de aço vai aparecer em várias exposições ao longo de 2013. Depois disso, o artista e o AMRC esperam poder passar para a fase concreta de construção da obra, para colocá-la no local previsto. 

 

Man of Steel

Pedir informação

Preencha este formulário para receber mais informações

Newsletter - inscreva-se para receber as últimas notícias

Produtos relacionados

ares

ares

Centros de usinagem de 5 eixos para usinagens de alta velocidade Centro de maquinação integrado para fresamento vertical, ideal para materiais compostos, alumínio, ligas leves e processamento de metais. O design avançado das suas estruturas e o...